Imprimir esta página
Terça, 05 Junho 2018 11:15

Queda da safra argentina muda cenário comercial agrícola

Nelson Luís Margarido

Nelson Luís Margarido

Dir. Industrial na Korth RFID Ltda
Engenheiro Mecânico pela USP São Carlos

Com mais operações de commodities, para lucrar com safra, produtor deve investir em tecnologia para reduzir custos e ampliar produção

A quebra da safra argentina de soja, ocasionada pelo longo período de estiagem naquele país, mudou o cenário comercial desta oleaginosa em todo o mundo.

De um lado, produtores vizinhos da Argentina comemoram, como o Mato Grosso do Sul por exemplo, que viu as vendas do produto crescerem 352% entre janeiro e março deste ano, em relação ao mesmo período de 2017 - representando um total de 118.5 mil toneladas.

Por outro lado, a queda nas reservas globais de soja levaram ao aumento de cotações das commodities agrícolas, ocasionando o natural ‘estreitamento’ das margens de lucro dos produtores.

No contexto em que se demanda aumento de produção e de operações de commodities, o investimento em máquinas, equipamentos e soluções para redução de custos produtivos é premente. O diretor industrial da Korth, Nelson Margarido, opina:

“No presente cenário, o investimento em tecnologia, máquinas e insumos é fundamental. O produtor precisa extrair o máximo do seu rendimento na produção e colheita. Como? Com tecnologia e redução de custos produtivos”.

Neste contexto, associados à redução de juros do Plano Safra, observa-se, já, um incremento nas vendas do setor. A Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (ANFAVEA) estima um crescimento de 3,7% até o final do ano.

Margarido concorda. Ele aponta um aumento importante na busca e aquisição do Korth Guardian, o mais completo sistema de controle de gastos com combustível em campo, neste ano.

“Sendo um dos principais formadores dos custos de produção no agronegócio, o controle de combustível é uma ferramenta fundamental para aumentar as margens de lucro do negócio. A adoção desse sistema causa pouco impacto na operação e estima-se um pay-back do investimento entre 8 e 10 meses. Através das ferramentas do sistema, normalmente se alcança economia de 5% nos gastos com combustíveis - podendo chegar a 15% em casos mais extremos - de forma precisa e segura. São números como este que representarão, no final da safra, o lucro do produtor”, finaliza.

Quer saber mais sobre como economizar combustível na sua frota? Conheça o Korth Guardian. Entre em contato conosco:

(16) 3416-1326

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Ler 4112 vezes